27 de dez de 2014

“Hey Brother” de Avicci é uma homenagem aos “irmãos” maçônicos

avicci hey brother - Priscila e Maxwell Palheta

Começo com a seguinte pergunta: Por que o clipe começa com as luvas brancas?

Texto extraído de um site maçônico. Fonte abaixo:

Segue o texto:

O responsável pela Coluna da Harmonia numa loja maçónica deve procurar utilizar nas sessões da loja a que pertence, músicas que sejam de autores maçónicos e/ou que se inspirem em princípios e valores maçónicos.

Assim, hoje trago uma sugestão de um videoclip de uma música que apesar de numa primeira audição parecer não conter nada de maçónico, mas que adentrando na mesma, muito se poderá descortinar… Pois tudo na vida é símbolo e é através da análise dos simbolos que também poderá ser alcançado o conhecimento…

Honestamente, não sei se o autor da letra e da música será maçom ou não, o que me importa realmente neste caso foram os sentimentos que se encontram explanados na letra desta canção, o Amor Fraternal e o Dever de Auxílio entre irmãos. Sentimentos estes tão caros aos maçons, nomeadamente até já foram abordados estes ditos sentimentos em dois textos dedicados em exclusivo a eles, escritos pelo Rui Bandeira, e que podem ser recordados aqui e aqui.

A canção que acima pode ser visionada e/ou ouvida, pertence ao músico sueco e também Disc Jockey Tim Bergling (08/09/1989-….) mais conhecido mundialmente por Avicci, e que tem como título “Hey Brother”( isto é,“Oh Irmão”) e que pertence ao album “True” comercializado apartir de 2013.

E uma música com um título destes, qualquer coisa de simbólico à partida se poderá encontrar nela. Ora vejamos a sua letra:

"Hey Brother"

Hey, brother
There’s an endless road to re-discover
Hey, sister
Know the water's sweet but blood is thicker
Oh, if the sky comes falling down, for you
There’s nothing in this world I wouldn’t do

Hey, brother
Do you still believe in one another?
Hey, sister
Do you still believe in love? I wonder
Oh, if the sky comes falling down, for you
There’s nothing in this world I wouldn’t do
Oh, oh, oh
What if I'm far from home?
Oh, brother, I will hear you call
What if I lose it all?
Oh, sister, I will help you out
Oh, if the sky comes falling down, for you
There’s nothing in this world I wouldn’t do

Hey, brother
There’s an endless road to re-discover
Hey, sister
Do you still believe in love? I wonder
Oh, if the sky comes falling down, for you
There’s nothing in this world I wouldn’t do
Oh, oh, oh
What if I'm far from home?
Oh, brother, I will hear you call
What if I lose it all?
Oh, sister, I will help you out
Oh, if the sky comes falling down, for you
There’s nothing in this world I wouldn’t do

Ao analisar a letra desta música (quem não perceber a língua inglesa encontra uma tradução ligeira aqui), encontro algo que para mim é do mais importante que os maçons poderão fazer pelos seus irmãos, o dever de auxílio, pois na frase if the sky comes falling down, for you There’s nothing in this world I wouldn’t do”Se o ceú cair, por ti não existirá nada que eu não o possa fazer – é demonstrada a vontade que existe em se auxíliar os irmãos que de tal necessitem; pois estes sabem que quando tudo na vida poderá correr mal, existirá sempre alguém para os apoiar, para os reconfortar. E este conforto não tem de ser necessáriamente financeiro, porque a maioria das vezes uma palavra, um incentivo, um conselho ou um abraço, valem muito mais que alguns milhões

Também nesta canção, encontro o sentimento fraternal que os maçons sentem pelos seus semelhantes, que em qualquer parte do globo terrestre terão quem comungue com eles dos mesmos princípios de vida e forma de estar. Pois até mesmo aqueles que se encontrem longe do seu lar, poderão receber e/ou dar o seu auxílio aos Irmãos que dele precisem, uma vez que a distância física não será impedimento para nada. O que pode ser confirmado na frase:” What if I'm far from home? Oh, brother, I will hear you call”E se eu estiver longe, eu escutarei o teu apelo -.
Seja no ar, na terra ou no mar…, os maçons estarão para sempre juntos, uma vez que aquilo que foi unido pela Virtude, nada o poderá separar...

Já na frase: What if I lose it all? Oh, sister, I will help you out” E mesmo se eu perder tudo? Oh Irmã, eu na mesma, te irei ajudar no que for preciso – é possível se verificar que independentemente da situação financeira ou emocional de um maçom, ele deverá sempre na medida que lhe for possível, ajudar o seu Irmão. Nesta frase posso encontrar o verdadeiro cimento que liga a Irmandade Maçónica, o “amor fraternal”, aquele amor em que algo se faz, mesmo sem se esperar qualquer tipo de “reembolso”.

Age-se assim porque sabemos que o nosso Irmão o necessita e porque achamos que é assim que o devemos fazer.

E nada de imoral se poderá retirar desta minha afirmação, pois qualquer pessoa na sua intimidade, auxiliará os que forem mais próximos de si, sejam eles seus familiares ou amigos. E nenhum tipo de auxílio poderá derivar em algo criminoso ou ilegal como erradamente e em demasia se supõe. Bastando para isso, cada um fazer a introspeção e a reflexão moral necessária sobre qual é a sua forma de estar e de agir na sociedade em que se insere. Uma coisa é certa, quem necessita de auxílio, deve ser ajudado.

E mesmo na simples frase que encontramos logo no ínicio da canção e novamente a meio desta, “There’s an endless road to re-discover”Existe uma estrada sem fim para redescobrir – , podemos vislumbrar o caminho que um maçom  encontrará após a sua Iniciação, pois ele redescobrirá novas coisas nas mesmas coisas que anteriormente já seriam do seu conhecimento, possibilitando assim outras visões e/ou opiniões de assuntos que anteriormente poderia dar como adquiridos e imutáveis. Para além de que, aprenderá e terá acesso a outros conhecimentos que o ajudarão no seu futuro e no caminho a que se decidir a prosseguir. Ou seja, este caminho que os maçons se propõem a trilhar, só conseguirá ser executado se for feito com paciência, determinação e perserverância, porque ele é longo e sem fim...
Este caminho é a estrada para o auto-aperfeiçoamento… Um caminho solitário mas que não se é feito sozinho…
Aliás essa frase da canção, bem que poderia ser um mote a mostrar a um neófito daquilo que poderá esperar da sua recente Iniciação e em relação ao seu futuro, uma vez que nada lhe parecerá o mesmo... Nada será como dantes...

Afinal, uma canção que numa audição mais ligeira poderia passar íncolume a qualquer um, ao ouvido de um maçom terá muito que lhe diga e lhe toque emocionalmente. E a mim tocou-me e muito…

por: A Partir Pedra.’.



Marcadores

1984 (2) A Fazenda (1) Abner Ferreira (2) Aborto (5) Adoração (1) Agenor Duque (1) Albert Pike (10) Aldous Huxley (1) Aleister Crowley (8) Alex Jones (3) Alimentação (5) Amor (61) Anti-Cristo (28) Anton LaVey (11) Aplicativo (1) Apocalipse (52) Apostasia (81) Apóstolo Paulo (4) Apple (1) Aquino (2) Arquitetura (1) Arrebatamento (2) Atalaia (4) Atentado Paris (1) Autoridade (7) Avicci (1) Aylan Kurdi (1) Ayrton Senna (1) Bancada Evangélica (14) Baphomet (7) Barack Obama (12) Batalha Espiritual (16) Bíblia (3) Bíblia Satânica (8) Big Brother (23) Bispo Dozane (3) Bispo Macedo (12) Bispo Robson Rodovalho (2) Blogueiros (34) Brasília (2) Bruxaria (3) Cabala (6) Caim (2) Caio Fábio (1) Carnalidade (72) Carnaval (3) Catolicismo (9) Cenas fortes (1) Cezar Scholze (1) CIA (4) Clube Bilderberg (10) Codex Alimentarius (1) Comunismo (1) Conspiração (51) Controle mental (50) Copa do Mundo (1) Copa do Mundo 2014 (2) Corrupção (83) Crianças (2) Crise na Europa (8) Crítica (12) Cruz (1) Culto ao vivo (5) Cura (3) Daniel Batista (1) Daniel Estulin (6) Daniel Messac (1) Danilo Fernandes (1) Demas (1) Dep. João Campos (1) Depressão (4) Desafio (2) Desenho (2) Deuses (13) Dia dos Namorados (1) Dia dos Pais (1) Dinheiro (38) Dízimo (10) dr. Pedroza (1) Drogas (12) Economia (15) Edir Macedo (30) Eduardo Paes (1) Educação (8) Egito (4) Elite global (35) Emocional (2) Enoque Lima (4) Entretenimento (39) Entrevista (4) Escrever (1) Espiritismo (10) Espírito Santo (4) Estêvão (2) Estudo (106) Estupro (2) Evangelho (2) exposição (1) Fabio Pires (1) Facebook (3) Família (23) Faraó (7) Farsa Aquecimento Global (2) (40) Feliz Ano Novo (2) FIFA (2) Filemom (2) Futebol (1) G.A.D.U (25) Gabriel Medina (1) Gay (2) Genizah (1) George Bush (1) George Orwell (1) Gnosticismo (3) Gospel (17) Gospel Mais (3) Graça (15) HAARP (4) Halloween (1) Hangout (87) Hipnose (2) História (11) Hitler (1) Homossexualismo (40) Hórus (4) HSBC (1) Humanismo (12) Idolatria (25) Igreja (34) Igreja Em Ação (1) Igreja Universal (25) Illuminati (15) Índios (1) Influência (46) Internet (27) Iphone (1) Irmãos (48) Isadora Faber (1) Islã (1) Israel (2) Jaime Santana (29) JAMI (2) Jesus (84) (1) Jogo da Velha (1) Jogos (1) Jornal Estadão (1) Julian Assange (3) Julio Severo (3) Juventude (9) Kuddle (1) Legalismo (2) Louvor (5) Lúcifer (29) Maçonaria (165) MAFIA (3) Magia (11) Magno Malta (4) Manipulação (94) Manoel Ferreira (5) Marcha para Jesus (12) Marco Feliciano (20) Marcos Pereira (4) Marília Camargo César (1) Marisa Lobo (3) Matança (1) Matemática (2) Matrix (4) Maxwell Palheta (178) Mazzini (3) Ménage à trois (1) Mensagem (160) Mensagem Subliminar (12) Microchip (1) Mídia (92) Mike Murdoch (1) Mitologia Grega (2) MK Ultra (7) Moisés (2) MomentCam (1) Monsanto (1) Mortos (7) Moyses Macedo (1) Muçulmanos (5) Múmia (1) Música Secular (9) Músicas (6) NASA (2) Necronomicon (2) Neemias Gomes (1) Nova Era (9) Nova Ordem Mundial (73) O Rappa (1) Ocultismo (50) Olho de Hórus (8) Olimpíadas Londres 2012 (3) Opinião (284) Paganismo (16) Palestra (7) Papa (4) papa francisco (1) Paris (2) Pastor (5) Patricia Piccinini (1) Paul Walker (2) Paul Washer (3) Paulo Curi (2) PC do B (5) Pecado (59) Pedofilia (1) Perdão (21) Pirâmides (4) Pnl (1) Poema (4) Política (161) Pornografia (1) Portugal (2) Praga (1) PRB (1) Pré Pós Tribulação (3) Proclamação da República (1) Programação Monarca (3) PSB (5) PSC (9) PSDB (13) Psicologia (3) PT (17) Rachel Sheherazade (1) Rafinha Bastos (1) Raquel Elana (2) Rebeldia (19) Rede Globo (21) Rede Record (4) Reflexão (145) Rei Davi (1) Religião (71) Rio de Janeiro (43) Rituais (22) rockefeller (1) Rotschild (2) Ruy Castro (1) Sacrifício (16) Salvação (52) Samuel Ferreira (6) Santidade (44) Satanismo (43) Saúde (20) Sebastião Aragão (1) Semíramis (2) Set (3) Sexo (4) Silas Malafaia (52) Simbologias (14) Skinhead (1) Skull and Bones (2) Solidariedade (1) Stalin (1) Tecnologia (34) Televisão (1) Templo de Salomão (3) Teologia da Prosperidade (13) Terra plana (1) Thalles Roberto (1) Thomas Edison (1) Timóteo (1) Transgênicos (1) Trauma (6) Ufo (5) Universo Cristão (162) Usain Bolt (1) Vídeos (316) voyeurismo (3) WikiLeaks (3) Zumbi (2)