18 de nov de 2012

Maxwell Palheta: um cristão medieval

Maxwell Palheta Medieval - Priscila e Maxwell Palheta

Quem é medieval? Aquele que sabe dar uma opinião sobre assuntos cotidianos, ou o contemporâneo que nada sabe discernir?

A história da humanidade está divida em cinco frases: idade pré-histórica, antiga, média, moderna e contemporânea.

Eu particularmente me enquadro na ERA MEDIEVAL – irei explicar isso mais adiante. Alguns possuem mentalidade da era antiga – tipo aquela coisa conservadora - e outros uma cabeça contemporânea.

Sou medieval e talvez meus pensamentos sejam um pouco antiquados também... Não posso esquecer da garotada, dos jovens dito contemporâneos, estes que vão se alastrando e crescendo conectados a computadores, a celulares que funcionam como computadores e mais um montão de parafernálias tecnológicas. E isso em parte exemplifica porque os blogues, e suas reproduções para essa turminha, não têm 5% da importância que teve para a minha geração.

Eu, hoje, transladado num velho bem humoradamente ranzinza e irônico para alguns, em minha época viveria as melhores mobilizações, tanto culturais como políticas. E isso influenciava modelos sociais, tome nota!

Quem se importava realmente com uma boa literatura tinha onde recorrer, pois tínhamos referências. Hoje, a visão e os exemplos para esta geração, quando existe – se é que existe – tem nos blogueiros uma “literatura” muito, mas muito aquém no que diz respeito à importância e relevância.

O simples advento de podermos encontrar na web todo tipo de blogueiro não apenas dilacerou o que chamamos de “pensar”, mas tirou todo o ânimo dos leitores em acompanhar e prestar a atenção naquilo que lê.

As pessoas de antigamente davam mais valor à leitura porque gastavam tempo e dinheiro para adquirir um livro, e por este motivo extraíam tudo o que podiam. E o mais interessante é que quanto mais se lia, mas se compreendia. Hoje, acontece exatamente o contrário. Nem o leitor e nem o blogueiro se entendem.

Blogues e blogueiros “geneticamente modificados”, esses tipo: sem dedo, sem cabeça, sem percepção, são o resultado da nova geração, são os jovens contemporâneos, estes perfeitamente manipuláveis. E se são manipuláveis, são uma farsa.

O blogueiro contemporâneo e “inovador” é tão falso quanto um OVNI e tão pequeno que cabe numa pasta de arquivos.

O que posso esperar de uma geração de blogueiros que só conheceu a web 2.0 e levam isso como referência? Não estou sendo pessimista...

Vou explicar porque sou medieval...

Reparem que de alguns anos pra cá, o tal “progresso” apenas nos trouxe complicações e tem promovido a degradação moral dos viventes. A tecnologia, ao mesmo passo, surgiu como aparente solução para nossas dificuldades. Agora são os nerds Steve Jobs, Bill Gates e Gordon Moore, as sensações deste planeta.

Sou um sujeito medieval, egoísta e prático, por exemplo: carro é apenas um meio de transporte, telefone serve apenas para se comunicar, José Sarney é ladrão, o ex-presidente Lula sabe do mensalão e eu não compartilho minha mulher com ninguém. E isso é óbvio e inquestionável. E neste mundo contemporâneo tem homem (ou mulher) que prefere ser voyeur. E quem vai questionar...

Na minha era medieval a coisa não era tão ruim assim, mas o mundo de hoje decaiu numa depressão sem volta. Essas coisas de OVNI e zumbi, por exemplo, estão deixando nossa gente mais agitada e mais apta a aceitar tais maluquices. E vai questionar com o blogueiro que defende esse tipo de ideia! Triste vermos como as pessoas se tornaram vítimas das crendices e invenções pós-moderna.

Hoje em dia, quem fica longe de postar algo na internet? Se vai à praia, escreve no celular. Se for a um restaurante ou bar, lá está no celular. Se for almoçar ou dormir, tem que avisar antes no Facebook. Ao acordar tem que consultar a caixa de e-mails e as atualizações nas redes sociais e por aí vai... É a evolução da máquina. O povo está mais frio, mais distante, mesmo estando ao lado.

Hoje a massa está mais burra, se eu perguntar quem foi o Ministro da Fazenda durante o governo FHC, o sujeito vai sair de fininho e consultar no Google. E essa é uma característica das massas contemporâneas: a burrice.

Jamais irei apoiar as mazelas impostas por gente que se diz blogueiro conspiracionista. Existem contemporâneos que já se incumbiram desse serviço.

Sou medieval o bastante para não seguir acreditando em tudo o que leio, ou seja, na fadinha dos dentes, nos zumbis ou em OVNIs.

Compreenda...

Pode parecer concorrência com outros blogueiros ou uma tentativa de desmoralizar o trabalho alheio. Não é isso! Estou tentando combater a “flodagem” na internet promovida por muitos picaretas desinformantes. É isso!

Blogueiros que não possuem um mínimo de senso e apenas servem para renoticiar o que chamam de ASSUNTOS CONPIRATÓRIOS. E isso para agradar (sabe-se lá quem) aos cérebros efêmeros.

Como sou “assíduo” visitante de sites “conspiracionistas”, diariamente minhas vistas lacrimejam sangue. Fico com náuseas e as incontroláveis risadas logo tomam conta do meu ser. Agora, como ficar ileso ao saber que este tipo de gente anda livre e solta para cometer todo tipo de bobagem?

Assim como muitos curtem o “cantor” Michel Teló, existem blogueiros em forma de Michel Teló. Desgraça pouca é bobagem.

Tomei uma decisão muito séria em minha vida, estou indo para Dudinka, fica lá na Rússia, espero que lá não tenha internet e se tiver espero que não tenha sites idiotas para não me contaminar com tantas bobagens. Mas como a internet é uma coisa mundial, vou pegar carona no primeiro OVNI que passar e mudarei de planeta.

O que mais me angustia é quando pseudoblogueiros fazem seus leitores acreditarem em aparições alienígenas e outras porcarias postadas como zumbis, por exemplo. Falta de discernimento espiritual dá nisso! Quem geralmente tinha frequentes contatos com estes seres era o satanista Aleister Crowley.

Não tenho “papas na língua” e sou tagarela, os internautas precisam saber o que é um blog de verdade (e isso não inclui o meu) mas, por favor, chega de contos de fadas.

O que faz milhares de leitores dar crédito a mediocridade é um segredo para quem lê coisas relevantes com, apenas alguns neurônios em pleno vapor.

OVNI, 3ª Guerra Mundial, Nova Ordem Mundial? O fim da mundo já começou.

Sou medieval, sim! Uma carta para meus ancestrais.

Queridos ancestrais do século XV. As parafernálias aqui nesta presente data, a saber 2012, são avançadíssimas se comparadas às nossas. Existem inúmeras ferramentas que auxiliam os homens em seus afazeres, tornando assim tudo mais dinâmico. A proposta inicial é para que eles se cansem menos e produzam mais.

Irmãos tem algo que me entristece muito. Criticam-me e dizem que sou medieval. Vivemos na “Idade Média”, e essa é a denominação pela qual classificam nossa época.

Mas a questão é...

Dizem que agimos como brutais, ignorantes, fanáticos e atrasados. Fundamentam-se referindo as labaredas da Inquisição, a servidão, as regalias da nobreza, os calabouços de torturas, as mulheres que eram tidas como bruxas. Evidentemente, não irei contrapor a tais afirmações que se fazem sobre nosso período histórico. Entretanto, os inquilinos desta época deveriam ser mais críticos a si próprios!

Não existem mais aquelas fogueiras para os desleais. Porém, a incomplacência das religiões ocasiona na morte de milhares de pessoas. Não atrocidam as bruxas, todavia as damas seguem sendo tratadas com inferioridade. E as torturas que antes eram nos calabouços, agora realizam nas esquinas e à luz do dia.

Aqui ninguém é obrigado a trabalhar. Mas se não quiser, morre de fome. Ante a lei que os rege, são todos iguais. O problema é que essa semelhança submerge frente às diferentes camadas sociais e econômicas. A nobreza já não existe, mas os exploradores permanecem. O que repudiávamos, mudaram apenas de nomes, pedofilia, racismo e xenofobia.

Eles têm acesso a muita informação, só que não sabem interpretar para gerar conhecimento. Muitos escritores – que chamam de blogueiros – escrevem seus textos sem pensar e isso deixa qualquer um doido. Os textos criados não possuem qualidade e não tem conteúdo, nada é conciso e não produz reflexão.

Eles não sabem se expressar ou passar a visão do tema abordado, não possuem uma opinião própria. Apenas reproduzem o que viram ou leram. Eu não tenho medo de dizer que um blog é ruim, eu apenas não tenho coragem de dizer que ele é bom. Isso seria uma mentira.

Irmãos da Era Medieval relatei as coisas desta parte da história. Triste não é? Estou voltando pra casa, está insuportável viver aqui!

Conclusão:

Posso concluir isso tudo com a seguinte opinião: nos tempos medievais uma coisa era muito melhor: era muito mais complicado qualquer imbecil poder expor suas opiniões. Não que isso fosse exclusividade dos mais literários, em ser percebidos pelas pessoas, mas a simplicidade para se ter um espaço na internet através de um blog permite que qualquer um tenha a aura de sentir-se um formador de opinião. Quanto mais vício no falar, mais fácil o blogueiro de sentir-se celebridade.

Antigamente, bobos como eu, reduziam-se a manifestar seus comentários na calçada da esquina, lugar de onde eles nunca deveriam sair. Estou ciente da minha contradição. De qualquer maneira antigamente não existia uma caixinha para comentários no caso de você discordar da minha opinião. Agora que tem, faça bom uso dela! Minhas opiniões não são moderadas, gosto desse microscópico poder. E quem não gosta? Antigamente não tinha isso.

Apesar de todos nós termos opiniões divergentes, defendo o direito de cada um expressar-se. Amo a todos em nome de Cristo Jesus.



Marcadores

1984 (2) A Fazenda (1) Abner Ferreira (2) Aborto (5) Adoração (1) Agenor Duque (1) Albert Pike (10) Aldous Huxley (1) Aleister Crowley (8) Alex Jones (3) Alimentação (5) Amor (61) Anti-Cristo (28) Anton LaVey (11) Aplicativo (1) Apocalipse (52) Apostasia (81) Apóstolo Paulo (4) Apple (1) Aquino (2) Arquitetura (1) Arrebatamento (2) Atalaia (4) Atentado Paris (1) Autoridade (7) Avicci (1) Aylan Kurdi (1) Ayrton Senna (1) Bancada Evangélica (14) Baphomet (7) Barack Obama (12) Batalha Espiritual (16) Bíblia (3) Bíblia Satânica (8) Big Brother (23) Bispo Dozane (3) Bispo Macedo (12) Bispo Robson Rodovalho (2) Blogueiros (34) Brasília (2) Bruxaria (3) Cabala (6) Caim (2) Caio Fábio (1) Carnalidade (72) Carnaval (3) Catolicismo (9) Cenas fortes (1) Cezar Scholze (1) CIA (4) Clube Bilderberg (10) Codex Alimentarius (1) Comunismo (1) Conspiração (51) Controle mental (50) Copa do Mundo (1) Copa do Mundo 2014 (2) Corrupção (83) Crianças (2) Crise na Europa (8) Crítica (12) Cruz (1) Culto ao vivo (5) Cura (3) Daniel Batista (1) Daniel Estulin (6) Daniel Messac (1) Danilo Fernandes (1) Demas (1) Dep. João Campos (1) Depressão (4) Desafio (2) Desenho (2) Deuses (13) Dia dos Namorados (1) Dia dos Pais (1) Dinheiro (38) Dízimo (10) dr. Pedroza (1) Drogas (12) Economia (15) Edir Macedo (30) Eduardo Paes (1) Educação (8) Egito (4) Elite global (35) Emocional (2) Enoque Lima (4) Entretenimento (39) Entrevista (4) Escrever (1) Espiritismo (10) Espírito Santo (4) Estêvão (2) Estudo (106) Estupro (2) Evangelho (2) exposição (1) Fabio Pires (1) Facebook (3) Família (23) Faraó (7) Farsa Aquecimento Global (2) (40) Feliz Ano Novo (2) FIFA (2) Filemom (2) Futebol (1) G.A.D.U (25) Gabriel Medina (1) Gay (2) Genizah (1) George Bush (1) George Orwell (1) Gnosticismo (3) Gospel (17) Gospel Mais (3) Graça (15) HAARP (4) Halloween (1) Hangout (87) Hipnose (2) História (11) Hitler (1) Homossexualismo (40) Hórus (4) HSBC (1) Humanismo (12) Idolatria (25) Igreja (34) Igreja Em Ação (1) Igreja Universal (25) Illuminati (15) Índios (1) Influência (46) Internet (27) Iphone (1) Irmãos (48) Isadora Faber (1) Islã (1) Israel (2) Jaime Santana (29) JAMI (2) Jesus (84) (1) Jogo da Velha (1) Jogos (1) Jornal Estadão (1) Julian Assange (3) Julio Severo (3) Juventude (9) Kuddle (1) Legalismo (2) Louvor (5) Lúcifer (29) Maçonaria (165) MAFIA (3) Magia (11) Magno Malta (4) Manipulação (94) Manoel Ferreira (5) Marcha para Jesus (12) Marco Feliciano (20) Marcos Pereira (4) Marília Camargo César (1) Marisa Lobo (3) Matança (1) Matemática (2) Matrix (4) Maxwell Palheta (178) Mazzini (3) Ménage à trois (1) Mensagem (160) Mensagem Subliminar (12) Microchip (1) Mídia (92) Mike Murdoch (1) Mitologia Grega (2) MK Ultra (7) Moisés (2) MomentCam (1) Monsanto (1) Mortos (7) Moyses Macedo (1) Muçulmanos (5) Múmia (1) Música Secular (9) Músicas (6) NASA (2) Necronomicon (2) Neemias Gomes (1) Nova Era (9) Nova Ordem Mundial (73) O Rappa (1) Ocultismo (50) Olho de Hórus (8) Olimpíadas Londres 2012 (3) Opinião (284) Paganismo (16) Palestra (7) Papa (4) papa francisco (1) Paris (2) Pastor (5) Patricia Piccinini (1) Paul Walker (2) Paul Washer (3) Paulo Curi (2) PC do B (5) Pecado (59) Pedofilia (1) Perdão (21) Pirâmides (4) Pnl (1) Poema (4) Política (161) Pornografia (1) Portugal (2) Praga (1) PRB (1) Pré Pós Tribulação (3) Proclamação da República (1) Programação Monarca (3) PSB (5) PSC (9) PSDB (13) Psicologia (3) PT (17) Rachel Sheherazade (1) Rafinha Bastos (1) Raquel Elana (2) Rebeldia (19) Rede Globo (21) Rede Record (4) Reflexão (145) Rei Davi (1) Religião (71) Rio de Janeiro (43) Rituais (22) rockefeller (1) Rotschild (2) Ruy Castro (1) Sacrifício (16) Salvação (52) Samuel Ferreira (6) Santidade (44) Satanismo (43) Saúde (20) Sebastião Aragão (1) Semíramis (2) Set (3) Sexo (4) Silas Malafaia (52) Simbologias (14) Skinhead (1) Skull and Bones (2) Solidariedade (1) Stalin (1) Tecnologia (34) Televisão (1) Templo de Salomão (3) Teologia da Prosperidade (13) Terra plana (1) Thalles Roberto (1) Thomas Edison (1) Timóteo (1) Transgênicos (1) Trauma (6) Ufo (5) Universo Cristão (162) Usain Bolt (1) Vídeos (316) voyeurismo (3) WikiLeaks (3) Zumbi (2)