6 de ago de 2012

A corrupção à luz da Bíblia

corrupção bíblia - Priscila e Maxwell Palheta

Para quem não conhece sobre os casos das CPI´s, vamos à um breve comentário: A CPI do Cachoeira é um processo na Polícia Federal que tem um caráter criminal preponderante e uma investigação pesada, contendo gravações de flagrantes, logo, o material é farto e mais explícito. Resultados até o momento: Como resultado imediato temos um (01) cara na cadeia e vários políticos envolvidos (governadores, senadores e deputados), além de juízes e empresários.

Já na CPI do Mensalão: Até o momento não há presos e provavelmente ninguém irá para a cadeia. Talvez o Marcos Valério – porque deixou de ser réu-primário – mas, somente no caso de ser condenado.

A quem interessar sobre os escândalos (Mensalão e Cachoeira), o material é farto na internet.

Ora, não botando ninguém atrás das grades, nem o Mensalão, nem a CPI do Cachoeira, lhes pergunto: Por que devemos nos empolgar, ficar excitados ou perder noites de sono pensando que haverá solução? Durante anos o escândalo do Mensalão foi noticiado inúmeras vezes. E pelo simples advento do escândalo e pelas sucessivas e massificantes divulgações sobre o caso na mídia, isso já deveria ter produzido mudanças de comportamento na vida real.

Pois bem, do advento do escândalo do Mensalão, há cinco anos até hoje, quantas centenas e milhares de quilômetros de notícias de corrupção, de desvios de verbas públicas, de maracutaias envolvendo as mesmas instâncias parlamentares e executivos já foram publicados? E isso produziu alguma cadeia? A mídia só faz esse “oba-oba” para defender seus interesses, proteger seus aliados e atacar seus inimigos. Apenas isso!

Agora, o que eu desejo, é que todo este estardalhaço tenha seus efeitos produzindo conseqüências e rupturas na rotina de bandalheiras à que somos submetidos como sociedade por meio dos parlamentares, governantes, partidos políticos e todo o tipo de gente que comanda este país.

O que eu quero é que a história de corrupção no Brasil seja marcada pela eficiência prática da justiça. Duas perguntas: Todo este movimento irá mudar o Brasil? Quantos receberão punição severa?

Afirmo: Nada irá mudar! Ninguém irá para a cadeia! Então porque devemos prestar reverência a esse tipo de coisa que não mudará a rotina em nossa realidade no campo da corrupção, da bandalheira e dos desmandos? Portanto, acabamos por fazer papel de palhaços novamente.

O que me importa saber é: Destes julgamentos, existe a possibilidade, ainda que remota, de resultar alguma coisa que quebre a “espinha dorsal” da política histórica da corrupção no Brasil?

Torço e muito para que o Supremo cumpra o seu dever – coisa que historicamente em casos de corrupção envolvendo “poderosos”, nunca cumpriu (ou pouco cumpriu) – de condenar e punir aqueles que de fato tem culpa no cartório.

Mas que qualquer atitude do Supremo mudará nosso destino, eu creio que não.

 

A Maçonaria e os Órgãos Públicos

Arruda - Sem partido e longe da maçonaria: Todos sabem (quem não sabe, fique sabendo), que o ex-governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, pertence à maçonaria. Os desvios de verbas públicas e o rombo deixado nos cofres públicos foram destinados à lojas maçons. Por quanto tempo ele agia desta maneira? Este foi só um exemplo para “refrescar” a memória do querido leitor.

Sabemos que nos setores públicos e em cargos mais importantes, os que lá estão assentados, fazem parte da maçonaria. Exemplo: Presidentes, Ministros, Senadores, Governadores, Deputados, Vereadores, incluindo os 95% dos policiais federais e todos os magistrados.

Compreendo e posso concluir que o povo sempre sairá perdendo, pois, a maçonaria em toda a sua história nunca lutou em prol da população, apenas em seus interesses. Os resultados estão aí para todos comprovarem.

 

O Berço da Corrupção

A corrupção é algo macróbio, e não é necessariamente fruto da má formação moral de quem a pratica ou a enseja. Já a psicologia afirma que o corruptor é um doente mental, visto que comete a imoralidade sem escrúpulos.

Muitos acreditam que a mente de um corruptor é derivada de um berço mal formado, de lares nos quais faltaram exemplos virtuosos. Mas e os casos em que a família foi a base de um firme alicerce para bons valores?

Os defeitos de ordem ética não derivam de educações defeituosas, e sim de escolhas próprias, abrindo desta maneira brecha para Satanás usarem suas vidas, então neste caso temos que atentar para o fator determinante e o influenciador. Portanto, um corruptor seria fruto do meio em que vive?

Nem sempre. Observem este caso: Igreja Maranata: dízimo desviado em fraude milionária. Mesmo as pessoas vivendo e convivendo em um ambiente de fé e adoração ao Deus Vivo, permitiram que em seus corações houvesse espaço para a corrupção. “Porquanto não se executa logo o juízo sobre a má obra, por isso o coração dos filhos dos homens está inteiramente disposto para fazer o mal.” Eclesiastes 8:11

Logo, podemos afirmar conclusivamente que o fator preponderante é a imperfeição humana como causa do surgimento da corrupção. É uma escolha do caminho a se seguir na vida.

 

“Dê poder a um homem e verás quem ele é”

Em termos políticos, a corrupção desponta no mesmo instante em que o depositário do poder do Estado passa a discorrer os benefícios, os privilégios e as premiações ligadas à função como se administrado à sua pessoa. O detentor deve compreender que tais vantagens concedidas e imunidades dizem respeito ao cargo e não ao indivíduo que o ocupa naquele instante.

Igualmente como o Estado, também a Igreja Católica percebeu a necessidade de diferenciar entre os poderes peculiares à função múnus (encargo, emprego e ofício. Funções que um indivíduo tem de exercer) e as características muito precárias da natureza humana em sua busca de exercer o poder. Como parte das regras da Igreja, os poderes sacramentais do sacerdote não são afetados por suas falhas pessoais. Tais poderes confiados são conservados inteiramente mesmo que o eclesiástico (os padres pedófilos descobertos na diocese de Boston ou o Papa PIO XII) seja um pecador.

A santidade da incumbência eclesiástica ou a autoridade da função política são inconciliáveis com a fraqueza da natureza humana. Destaste, tanto a Igreja quanto o Estado são instituições que somente podem resistir de forma incorruptível se seus membros que detêm o poder fossem moralmente perfeitos. Isto é, se fossem estadistas ou santos. Entretanto, tais condições são ideais e não reais. No caso do gênero político, a debilidade da sua natureza humana tende a distorcer a personalidade de sua função de poder e o leva, enquanto autoridade em função pública, a apropriar-se privadamente dos poderes inerentes ao cargo e não à sua pessoa.

 

A definição de poder por Lord Acton

Há uma frase famosa em teoria política cuja análise pode ajudar a aclarar este conceito. Lord Acton afirmou que "O poder tende a corromper - e o poder absoluto corrompe absolutamente".

Com essa afirmação sobre o poder político, Lord Acton disse que a autoridade política, nas sociedades humanas, em função apenas e tão somente de sua existência tende a danificar as relações entre seres inicialmente dotados de igualdade.

Inicialmente, "o poder tende a corromper" porque o poder político faz de seu detentor uma pessoa diferente das demais cercando-a de símbolos, distinções, privilégios e imunidades que sinalizam sua hierarquia superior. Por exemplo, regras de cerimonial regulamentam qual deve ser o comportamento das pessoas inferiores na presença da autoridade (quais gestos de deferência e respeito são devidos, por exemplo). Com o passar do tempo, ocorre uma transformação do indivíduo privado em uma autoridade pública que usa o poder em benefício privado. É dentro desta metamorfose que ocorre a corrupção do poder político de que fala Lord Acton.

A segunda parte da afirmação de Lord Acton diz que o poder absoluto corrompe absolutamente quem o exerce. A demonstração de que o poder político absoluto é intrinsecamente e totalmente corruptor foi cabalmente feita pelo exercício do poder totalitário pelos nazismo alemão e pelo stalinismo comunista russo. Estas formas de poder político eurasiano do século XX levaram ao limite o conceito do poder político absoluto. Mesmo reis e imperadores que governaram a Europa entre os séculos XV e XIX não atingiram os limites de brutalidade, arbitrariedade e destruição do tecido social que estes sistemas totalitários.

Também é possível dizer que a afirmação de Lord Acton é uma racionalização moderna da frase que o escravo encarregado de segurar a coroa de louros sobre a cabeça do general romano vitorioso deveria pronunciar, repetidamente, ao seu ouvido, durante a cerimônia do "triunfo" (homenagem que os cidadãos romanos a ele prestavam quando entrava em Roma desfilando á frente a seu exército): "Não se esqueças que és humano".

 

Corrupção segundo a Bíblia

Antes de expormos alguns pontos importantes a respeito do fim do governo judiciário e início da Era monárquica (I Samuel 8), iremos expor sobre os tipos de corrupção.

Tipos de Corrupção:

Moral

E viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque toda a carne havia corrompido o seu caminho sobre a terra. Gênesis 6:12

Porque todas as suas mesas estão cheias de vômitos e imundícia, e não há lugar limpo.
Isaías 28:8

Engordam-se, estão nédios, e ultrapassam até os feitos dos malignos; não julgam a causa do órfão; todavia prosperam; nem julgam o direito dos necessitados. Jeremias 5:28

Faze uma cadeia, porque a terra está cheia de crimes de sangue, e a cidade está cheia de violência. Ezequiel 7:23

Porque os seus ricos estão cheios de violência, e os seus habitantes falam mentiras e a sua língua é enganosa na sua boca. Miquéias 6:12

Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas interiormente estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade. Mateus 23:28

E o Senhor lhe disse: Agora vós, os fariseus, limpais o exterior do copo e do prato; mas o vosso interior está cheio de rapina e maldade. Lucas 11:39

Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade; Romanos 1:29

Por suborno

Também suborno não tomarás; porque o suborno cega os que têm vista, e perverte as palavras dos justos. Êxodo 23:8

O ímpio toma presentes em secreto para perverter as veredas da justiça. Provérbios 17:23

Os teus príncipes são rebeldes, e companheiros de ladrões; cada um deles ama as peitas, e anda atrás das recompensas; não fazem justiça ao órfão, e não chega perante eles a causa da viúva. Isaías 1:23

Dos que justificam ao ímpio por suborno, e aos justos negam a justiça! Isaías 5:23

O que anda em justiça, e o que fala com retidão; o que rejeita o ganho da opressão, o que sacode das suas mãos todo o presente; o que tapa os seus ouvidos para não ouvir falar de derramamento de sangue e fecha os seus olhos para não ver o mal. Isaías 33:15

Porque sei que são muitas as vossas transgressões e graves os vossos pecados; afligis o justo, tomais resgate, e rejeitais os necessitados na porta. Amós 5:12

Injustiça condenada

Não torcerás o juízo, não farás acepção de pessoas, nem receberás peitas; porquanto a peita cega os olhos dos sábios, e perverte as palavras dos justos. Deuteronômio 16:19

Social e política

E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente. Gênesis 6:5

Quanto mais abominável e corrupto é o homem que bebe a iniqüidade como a água? Jó 15:16

Desviaram-se todos e juntamente se fizeram imundos: não há quem faça o bem, não há sequer um. Salmos 14:3

Porque as vossas mãos estão contaminadas de sangue, e os vossos dedos de iniqüidade; os vossos lábios falam falsidade, a vossa língua pronuncia perversidade. Isaías 59:3

E vós fizestes pior do que vossos pais; porque, eis que cada um de vós anda segundo o propósito do seu mau coração, para não me dar ouvidos a mim. Jeremias 16:12

As suas mãos fazem diligentemente o mal; assim demanda o príncipe, e o juiz julga pela recompensa, e o grande fala da corrupção da sua alma, e assim todos eles tecem o mal. Miquéias 7:3

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia. Mateus 23:27

Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Todos estes males procedem de dentro e contaminam o homem. Marcos 7:21-23

Mas estes, como animais irracionais, que seguem a natureza, feitos para serem presos e mortos, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção, 2 Pedro 2:12

Salva-nos, SENHOR, porque faltam os homens bons; porque são poucos os fiéis entre os filhos dos homens. Salmos 12:1

Por isso o direito se tornou atrás, e a justiça se pôs de longe; porque a verdade anda tropeçando pelas ruas, e a eqüidade não pode entrar. Isaías 59:14

2 Timóteo 3

Jesus Cristo como único governante

O povo de Israel sempre viveu na dependência de um guia ou de alguém que servisse de referência, contudo não deram ouvidos ao Senhor (2 Reis 18:12). Deus como único e soberano quer e deseja ser o centro de nossas vidas e quando não agimos com reverência, Ele se entristece. Quando não obedecemos às suas leis e ordens e andamos segundo as paixões de nossos corações, então aí há lugar para a corrupção (Êxodo 32:8).

Depois de Moisés guiando o povo de Israel rumo à libertação, passando pelo período patriarcal, chegamos à era dos juízes e findamos com os filhos de Samuel. Porém, com seus intentos corrompidos, o povo requere um rei para os julgar. Dá-se início então, a era monárquica.

Enfim, desde os primórdios o povo não quis ter somente Deus como único governante e juiz de suas vidas, desejaram ter sempre um representante terreno, esquecendo-se que o ser humano na condição de líder é extremamente falho e corruptível. Deus sempre concedeu o livre arbítrio ao homem para tomar suas decisões e por isso atendeu às súplicas daquela nação.

Tenho uma leve sensação (e não passa disso), que o cidadão parece despertar posteriormente às sucessivas promessas não cumpridas e que serviram apenas de ‘marketing’ eleitoral e de desejo imaginário. Os líderes mundiais – políticos – não conseguem trazer soluções que de fato terminem, ou mesmo subtraiam o índice criminal, de pobreza, pedofilia, fome, corrupção, injustiça, bem como todos os problemas comuns numa sociedade.

Atualmente, políticos e personalidades mundiais nos quais o povo apoiava confiança e esperança (recordo o ex-presidente Fernando Collor, ‘o caçador de marajás’ e mais recentemente a eleição de Barack Obama em 2008), são vistos com depreciação e sem crédito, afinal, suas atitudes não foram de encontro às expectativas geradas, se não pela vontade demonstrada, pelo menos por resultados apresentados. Entretanto, surge outro problema, quando gerações passam e não se é apresentada uma solução piorando a situação ano após ano. Logo, caem por terra todas as esperanças daquela nação de encontrar alguém que as socorra.

Após séculos da História humana, sabemos que ouve períodos de prosperidade, mesmo assim, nenhum plano, sistema ou homem se colocou como réplica agradável para as diversas crises e problemas.

Todos menos Um. Existe um Homem, um sistema e um plano que traz o desfecho para todas as questões humanas. E por mais simples que possa parecer, a solução para todos os problemas que apresentamos até o momento, é: o Senhor Jesus Cristo, o Único Líder, pois, foi Ele quem apresentou com sucesso o plano para tirar a humanidade da crise que assola até os dias de hoje. E isso, não é uma utopia: centenas e milhares de pessoas já experimentaram e vivem esta Verdade.

Assim sendo, Cristo é o Único governante com credibilidade, Aquele que o mundo deve recorrer. Jesus é o único especialista para todos os problemas deste mundo.

As sedentas nações do mundo precisam saber e viver isto. E nós é que temos de lhes contar.

 

LEIA TAMBÉM:

Brasil: Um Estado doente causado pela corrupção

Para saber mais sobre o assunto CORRUPÇÃO e nossa opinião basta clicar neste hiperlink



Marcadores

1984 (2) A Fazenda (1) Abner Ferreira (2) Aborto (5) Adoração (1) Agenor Duque (1) Albert Pike (10) Aldous Huxley (1) Aleister Crowley (8) Alex Jones (3) Alimentação (5) Amor (61) Anti-Cristo (28) Anton LaVey (11) Aplicativo (1) Apocalipse (52) Apostasia (81) Apóstolo Paulo (4) Apple (1) Aquino (2) Arquitetura (1) Arrebatamento (2) Atalaia (4) Atentado Paris (1) Autoridade (7) Avicci (1) Aylan Kurdi (1) Ayrton Senna (1) Bancada Evangélica (14) Baphomet (7) Barack Obama (12) Batalha Espiritual (16) Bíblia (3) Bíblia Satânica (8) Big Brother (23) Bispo Dozane (3) Bispo Macedo (12) Bispo Robson Rodovalho (2) Blogueiros (34) Brasília (2) Bruxaria (3) Cabala (6) Caim (2) Caio Fábio (1) Carnalidade (72) Carnaval (3) Catolicismo (9) Cenas fortes (1) Cezar Scholze (1) CIA (4) Clube Bilderberg (10) Codex Alimentarius (1) Comunismo (1) Conspiração (51) Controle mental (50) Copa do Mundo (1) Copa do Mundo 2014 (2) Corrupção (83) Crianças (2) Crise na Europa (8) Crítica (12) Cruz (1) Culto ao vivo (5) Cura (3) Daniel Batista (1) Daniel Estulin (6) Daniel Messac (1) Danilo Fernandes (1) Demas (1) Dep. João Campos (1) Depressão (4) Desafio (2) Desenho (2) Deuses (13) Dia dos Namorados (1) Dia dos Pais (1) Dinheiro (38) Dízimo (10) dr. Pedroza (1) Drogas (12) Economia (15) Edir Macedo (30) Eduardo Paes (1) Educação (8) Egito (4) Elite global (35) Emocional (2) Enoque Lima (4) Entretenimento (39) Entrevista (4) Escrever (1) Espiritismo (10) Espírito Santo (4) Estêvão (2) Estudo (106) Estupro (2) Evangelho (2) exposição (1) Fabio Pires (1) Facebook (3) Família (23) Faraó (7) Farsa Aquecimento Global (2) (40) Feliz Ano Novo (2) FIFA (2) Filemom (2) Futebol (1) G.A.D.U (25) Gabriel Medina (1) Gay (2) Genizah (1) George Bush (1) George Orwell (1) Gnosticismo (3) Gospel (17) Gospel Mais (3) Graça (15) HAARP (4) Halloween (1) Hangout (87) Hipnose (2) História (11) Hitler (1) Homossexualismo (40) Hórus (4) HSBC (1) Humanismo (12) Idolatria (25) Igreja (34) Igreja Em Ação (1) Igreja Universal (25) Illuminati (15) Índios (1) Influência (46) Internet (27) Iphone (1) Irmãos (48) Isadora Faber (1) Islã (1) Israel (2) Jaime Santana (29) JAMI (2) Jesus (84) (1) Jogo da Velha (1) Jogos (1) Jornal Estadão (1) Julian Assange (3) Julio Severo (3) Juventude (9) Kuddle (1) Legalismo (2) Louvor (5) Lúcifer (29) Maçonaria (165) MAFIA (3) Magia (11) Magno Malta (4) Manipulação (94) Manoel Ferreira (5) Marcha para Jesus (12) Marco Feliciano (20) Marcos Pereira (4) Marília Camargo César (1) Marisa Lobo (3) Matança (1) Matemática (2) Matrix (4) Maxwell Palheta (178) Mazzini (3) Ménage à trois (1) Mensagem (160) Mensagem Subliminar (12) Microchip (1) Mídia (92) Mike Murdoch (1) Mitologia Grega (2) MK Ultra (7) Moisés (2) MomentCam (1) Monsanto (1) Mortos (7) Moyses Macedo (1) Muçulmanos (5) Múmia (1) Música Secular (9) Músicas (6) NASA (2) Necronomicon (2) Neemias Gomes (1) Nova Era (9) Nova Ordem Mundial (73) O Rappa (1) Ocultismo (50) Olho de Hórus (8) Olimpíadas Londres 2012 (3) Opinião (284) Paganismo (16) Palestra (7) Papa (4) papa francisco (1) Paris (2) Pastor (5) Patricia Piccinini (1) Paul Walker (2) Paul Washer (3) Paulo Curi (2) PC do B (5) Pecado (59) Pedofilia (1) Perdão (21) Pirâmides (4) Pnl (1) Poema (4) Política (161) Pornografia (1) Portugal (2) Praga (1) PRB (1) Pré Pós Tribulação (3) Proclamação da República (1) Programação Monarca (3) PSB (5) PSC (9) PSDB (13) Psicologia (3) PT (17) Rachel Sheherazade (1) Rafinha Bastos (1) Raquel Elana (2) Rebeldia (19) Rede Globo (21) Rede Record (4) Reflexão (145) Rei Davi (1) Religião (71) Rio de Janeiro (43) Rituais (22) rockefeller (1) Rotschild (2) Ruy Castro (1) Sacrifício (16) Salvação (52) Samuel Ferreira (6) Santidade (44) Satanismo (43) Saúde (20) Sebastião Aragão (1) Semíramis (2) Set (3) Sexo (4) Silas Malafaia (52) Simbologias (14) Skinhead (1) Skull and Bones (2) Solidariedade (1) Stalin (1) Tecnologia (34) Televisão (1) Templo de Salomão (3) Teologia da Prosperidade (13) Terra plana (1) Thalles Roberto (1) Thomas Edison (1) Timóteo (1) Transgênicos (1) Trauma (6) Ufo (5) Universo Cristão (162) Usain Bolt (1) Vídeos (316) voyeurismo (3) WikiLeaks (3) Zumbi (2)