26 de jul de 2012

James Eagan Holmes: “O Coringa de todo dia”

james eagan holmes - Priscila e Maxwell Palheta

O povo americano é maravilhoso, possui uma história riquíssima e construiu uma sociedade muito plural. É muito tolerante e respeita a liberdade de uma maneira como em poucas sociedades talvez se tenha visto. A autodeterminação e a individualidade fizeram com que esta nação produzisse e construísse obras maravilhosas para a humanidade. Ponto.

Mas é um povo maluco. Basta olharmos para a Segunda Guerra Mundial. Todo mundo fez de tudo um pouco: matou, massacrou, destruiu. Mas jogaram a bomba atômica nos outros... Só os americanos fizeram isso em toda a história. E o pior, não lançaram só uma, foram duas. Daí, concluímos que não houve um acidente. Portanto, eles dizimaram duas cidades repletas de civis.

Só uma sociedade e um povo louco que tolera e pratica determinadas atitudes é capaz de fazer esse tipo de coisa. Agora, é claro, que devemos entender que eles viviam naquele ambiente de luta e guerra, e que cercado por este clima faz-se de tudo e a loucura humana vai aos seus extremos.

Pois bem, quando nós voltamos do passado é que nós conseguimos compreender melhor tal ação do presente. Vamos a alguns detalhes: 1º. Como é que um cidadão nos EUA consegue comprar (legalmente) seis mil munições, num período de dois meses, sem ser investigado? 2º. O garoto era um estudante de medicina, então, qual a necessidade do armamento já que vivia em perímetro urbano?

Se fosse o caso do cara ter residência próxima às florestas onde existem animais selvagens, talvez pudéssemos compreender a lógica e justificar o fato de ter em seu poder um arsenal.

Agora, é evidente que práticas como essas deveriam estar sendo monitoradas e controladas pelos órgãos responsáveis, ou seja, o Ministério da Defesa. E por que não é monitorado? Pelo sintoma que tem haver com a loucura coletiva americana. Porque lá eles entendem que é um direito de cada cidadão se “armar até os dentes”, para fazer o que bem entender. E se “armar até os dentes” com o que bem entender: uma AR-15, como foi o caso, ou uma M-16, se achar necessário.

Nos EUA, um cidadão pode adquirir uma sub-metralhadora ou um fuzil de repetição, pode comprar armas que são de uso restrito das forças armadas e que são de uso militar em diversos países.

Então, o que um homem vai fazer comprando seis mil munições? Uma chacina, evidentemente. E acabou fazendo. O resultado ta aí para todos comprovarem.

Mas, o que eu quero dizer com tudo isso? Blogs, por aí, reproduziram (como sempre), que James Eagan Holmes, intitulado de “O Coringa do Colorado”, fora vítima de controle mental. Nem tudo é lavagem cerebral, existem coisas que fazem parte da mente doentia de uma nação. E a história retrata bem isso. Exemplos não faltam: George Armstrong Custer, Franklin Delano Roosevelt, George Bush (pai e filho), dentre tantos outros.

Outro detalhe: não podemos tirar os créditos dos vídeos games e do cinema. Aliás, os diretores hollywoodianos, tipificam a verdadeira psicopatia que age por lá. É óbvio que são as cenas de morte cruelmente sofisticadas e sádicas de Hollywood, as mesmas dos filmes-catástrofes, os “Godzillas”, que inspiram estas tragédias.

Até hoje não entendo o prazer que tem o cinema americano de destruir Nova York. Mesmo depois do Bush, continuam a destruir a cidade. Por que isso? Tirando as comédias românticas ridículas e os desenhos animados, só se vê morte nos filmes. E não é a violência literal que provoca esses assassinatos. Não mesmo! É justamente a tranquilidade com que a violência é exibida e a displicência com que fuzilamentos e punhaladas se transformam em um bailado ritual quase erótico. A violência ficou fria, “prazerosa” de ver.

O Coringa está espalhado por toda a parte, basta ligar a TV e olhar a Síria; Assad é um Coringa, Putin é outro, Bush e Obama também deixaram suas marcas. Todo louco tem fome de realidade e nisso a morte tem uma grande serventia: ela é brutamente palpável, concreta, nega todo discurso.

Engraçado, os jornais perguntam sem parar: por quê? Ora, toda semana há uma chacina nas periferias e ninguém se importa ou questiona nada.

No mundo bárbaro e tecnizado há centenas de milhões de morto-vivos pela fome. Os extermínios vão virar uma prática social para regular o mercado de excedentes. Em vez de queimar produtos, queimarão consumidores. O fim da tragédia já aconteceu. A sobrevivência moderna precisa do crime. Contemplamos a miséria cotidiana com a mesma frieza com que o cara fez sua “rosa de sangue”. Esse louco sorridente queria mesmo nos chocar, nos acordar de um sono frio.



Marcadores

1984 (2) A Fazenda (1) Abner Ferreira (2) Aborto (5) Adoração (1) Agenor Duque (1) Albert Pike (10) Aldous Huxley (1) Aleister Crowley (8) Alex Jones (3) Alimentação (5) Amor (61) Anti-Cristo (28) Anton LaVey (11) Aplicativo (1) Apocalipse (52) Apostasia (81) Apóstolo Paulo (4) Apple (1) Aquino (2) Arquitetura (1) Arrebatamento (2) Atalaia (4) Atentado Paris (1) Autoridade (7) Avicci (1) Aylan Kurdi (1) Ayrton Senna (1) Bancada Evangélica (14) Baphomet (7) Barack Obama (12) Batalha Espiritual (16) Bíblia (3) Bíblia Satânica (8) Big Brother (23) Bispo Dozane (3) Bispo Macedo (12) Bispo Robson Rodovalho (2) Blogueiros (34) Brasília (2) Bruxaria (3) Cabala (6) Caim (2) Caio Fábio (1) Carnalidade (72) Carnaval (3) Catolicismo (9) Cenas fortes (1) Cezar Scholze (1) CIA (4) Clube Bilderberg (10) Codex Alimentarius (1) Comunismo (1) Conspiração (51) Controle mental (50) Copa do Mundo (1) Copa do Mundo 2014 (2) Corrupção (83) Crianças (2) Crise na Europa (8) Crítica (12) Cruz (1) Culto ao vivo (5) Cura (3) Daniel Batista (1) Daniel Estulin (6) Daniel Messac (1) Danilo Fernandes (1) Demas (1) Dep. João Campos (1) Depressão (4) Desafio (2) Desenho (2) Deuses (13) Dia dos Namorados (1) Dia dos Pais (1) Dinheiro (38) Dízimo (10) dr. Pedroza (1) Drogas (12) Economia (15) Edir Macedo (30) Eduardo Paes (1) Educação (8) Egito (4) Elite global (35) Emocional (2) Enoque Lima (4) Entretenimento (39) Entrevista (4) Escrever (1) Espiritismo (10) Espírito Santo (4) Estêvão (2) Estudo (106) Estupro (2) Evangelho (2) exposição (1) Fabio Pires (1) Facebook (3) Família (23) Faraó (7) Farsa Aquecimento Global (2) (40) Feliz Ano Novo (2) FIFA (2) Filemom (2) Futebol (1) G.A.D.U (25) Gabriel Medina (1) Gay (2) Genizah (1) George Bush (1) George Orwell (1) Gnosticismo (3) Gospel (17) Gospel Mais (3) Graça (15) HAARP (4) Halloween (1) Hangout (87) Hipnose (2) História (11) Hitler (1) Homossexualismo (40) Hórus (4) HSBC (1) Humanismo (12) Idolatria (25) Igreja (34) Igreja Em Ação (1) Igreja Universal (25) Illuminati (15) Índios (1) Influência (46) Internet (27) Iphone (1) Irmãos (48) Isadora Faber (1) Islã (1) Israel (2) Jaime Santana (29) JAMI (2) Jesus (84) (1) Jogo da Velha (1) Jogos (1) Jornal Estadão (1) Julian Assange (3) Julio Severo (3) Juventude (9) Kuddle (1) Legalismo (2) Louvor (5) Lúcifer (29) Maçonaria (165) MAFIA (3) Magia (11) Magno Malta (4) Manipulação (94) Manoel Ferreira (5) Marcha para Jesus (12) Marco Feliciano (20) Marcos Pereira (4) Marília Camargo César (1) Marisa Lobo (3) Matança (1) Matemática (2) Matrix (4) Maxwell Palheta (178) Mazzini (3) Ménage à trois (1) Mensagem (160) Mensagem Subliminar (12) Microchip (1) Mídia (92) Mike Murdoch (1) Mitologia Grega (2) MK Ultra (7) Moisés (2) MomentCam (1) Monsanto (1) Mortos (7) Moyses Macedo (1) Muçulmanos (5) Múmia (1) Música Secular (9) Músicas (6) NASA (2) Necronomicon (2) Neemias Gomes (1) Nova Era (9) Nova Ordem Mundial (73) O Rappa (1) Ocultismo (50) Olho de Hórus (8) Olimpíadas Londres 2012 (3) Opinião (284) Paganismo (16) Palestra (7) Papa (4) papa francisco (1) Paris (2) Pastor (5) Patricia Piccinini (1) Paul Walker (2) Paul Washer (3) Paulo Curi (2) PC do B (5) Pecado (59) Pedofilia (1) Perdão (21) Pirâmides (4) Pnl (1) Poema (4) Política (161) Pornografia (1) Portugal (2) Praga (1) PRB (1) Pré Pós Tribulação (3) Proclamação da República (1) Programação Monarca (3) PSB (5) PSC (9) PSDB (13) Psicologia (3) PT (17) Rachel Sheherazade (1) Rafinha Bastos (1) Raquel Elana (2) Rebeldia (19) Rede Globo (21) Rede Record (4) Reflexão (145) Rei Davi (1) Religião (71) Rio de Janeiro (43) Rituais (22) rockefeller (1) Rotschild (2) Ruy Castro (1) Sacrifício (16) Salvação (52) Samuel Ferreira (6) Santidade (44) Satanismo (43) Saúde (20) Sebastião Aragão (1) Semíramis (2) Set (3) Sexo (4) Silas Malafaia (52) Simbologias (14) Skinhead (1) Skull and Bones (2) Solidariedade (1) Stalin (1) Tecnologia (34) Televisão (1) Templo de Salomão (3) Teologia da Prosperidade (13) Terra plana (1) Thalles Roberto (1) Thomas Edison (1) Timóteo (1) Transgênicos (1) Trauma (6) Ufo (5) Universo Cristão (162) Usain Bolt (1) Vídeos (316) voyeurismo (3) WikiLeaks (3) Zumbi (2)